segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Sobre do Dia dos Namorados...

Não fomos ver as 50 sombras de Grey.
Não fomos jantar a um restaurante XPTO.
Não trocamos peluches foleiros. 
Não fomos dormir a um hotel. 

Não gosto da data. Da celebração. Do consumismo desenfreado que há nesse dia. Gosto dele todos os dias, e não naquele em específico. E esforço-me por sempre que estou com ele seja especial, e não especificamente por ser dia dos namorados. 

Passamos a noite anterior (de 13-14) juntos. Foi bom. Como têm sido todas as nossas últimas noites juntos. Tive ao longo dos últimos tempos fortes alterações na minha vida profissional, que nos têm condicionado as nossas estadas juntos. Mas, por outro lado, estamos juntos com muito mais qualidade que antigamente. É caso para dizer, menos, mas melhor. Há menos tempos para as nossas diferenças. Sendo ele cada vez menos, temos de nos concentrar no que nos junta e não no que nos pode separar. Isto para dizer que a nossa relação, como todas, tem altos e baixos. E ao longo dos anos fui descobrindo,e ainda hoje vou descobrindo, o homem que tenho ao meu lado. Que é sem dúvida uma das pessoas mais estranhas com quem me cruzei. E que porque ser tão diferente, mas tão parecido comigo, ainda me faz sentir de vez em quando borboletas. Abrir as fotos do telemóvel e ficar a olhar para a foto dele. Ter vontade de por uma moldura com uma foto dele na minha mesinha de cabeceira. Fazer-me ansiar por aquele abraço. De sentir a sua respiração no meu pescoço. De fazer conchinha e ficar assim tempos perdidos. Em silêncio. 

21 comentários:

  1. Foi profundo.. e gostei :) Sejam felizes meninos !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chegou ao subsolo, Ricardo. xD
      Tentamos ser...

      Eliminar
  2. Uuuuiiii, tás apaixonado, hihihih.
    Conchinha é muito bom.

    ResponderEliminar
  3. :-) muito bem! Eu também não passei a noite sozinho, estive entretido a comer gelado, mas porque não consegui comer tudo, ontem voltei ao ataque e dormi muito mal. Mais olhos que barriga, mas valia ter deixado a luz acesso e feito conchinha com a minha sombra :-p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gelado é uma boa companhia para as noites de solidão... lolol

      Eliminar
    2. Pois é, além de ter saído cara, do dia seguinte acabei com ele (com o gelado) e não correu bem lol.

      Eliminar
  4. Que essas borboletas durem por muitos e muitos anos

    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  5. O Dia dos Namorados é, de facto, sinónimo de consumismo. Como tantos outros. Cada um festeja como quiser. Eu cá ofereci uns chocolates. Passamos o dia juntos.

    ResponderEliminar
  6. É... os sentimentos não carecem de datas fabricadas.

    Deixa-me que te diga que o que sentem um pelo outro é muito bonito. :) Que dure a vida inteira!

    um abraço.

    ResponderEliminar
  7. Tanto mel neste post... até vejo um carreiro de formigas! :D

    ResponderEliminar