quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Gajos do supermercado

Hoje fui a um supermercado, na terra do GbBb.
Os rapazes que lá trabalham são Giros... Mas não tem rabo... Lol

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Reveillon


Não sou muito dado a esta festividade. Gosto de jantar com amigos, como gosto em qualquer outro dia. De tão pouco ligar a isto, já cheguei a ir trabalhar, sem ficar muito chateado com a questão. Este ano por acaso estou livre. E o meu rapaz também. Por isso será um serão a dois. Depois do jantar deve haver ou Guerra dos Tronos, ou Guerra das Estrelas ou outra coisa do género. E quando for meia noite muito possivelmente já estaremos na cama, com ou sem cuecas azuis, e quem sabe a dormir... 
(não seria o primeiro ano que acordaríamos à meia noite com os foguetes)


Então e vós, como ide ser o vosso reveillon?

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Saldos


Hoje decidi ir aos saldos. Preciso de roupa, e como sempre, fui à minha loja de eleição. O mais engraçado é que as moças já me conhecem, e nem compro lá assim tanta coisa como isso (atendendo a que trabalho de farda, não preciso de um guarda roupa que dê para uma semana em casa...). E pela primeira não me perguntaram se precisava de mais alguma coisa, porque levei dois conjuntos camisa - calça. Chega muito bem. 

Depois fui a uma mais em conta comprar as camisolas. Que não pode ser tudo do bom e do melhor, porque a crise existe... 

(a imagem é dedicada ao GbBb... que gosta de meninos de chocolate... ;D)

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Kris Kringle | Silvestre

PIADA SECA (natalícia)
O que é que a galinha foi fazer à igreja? 
Foi assistir à missa do galo.


As perguntas do Namorado: 
Cor dos olhos?
Castanhos (confirmei aqui)

Número de sapato?
42 (confirmei aqui)

Cor favorita?
Laranja (confirmei aqui)

Praia ou montanha?
Praia (intuição)

Tipo de música favorita?
Acho que o Silvestre tem um gosto muito abrangente e prefere a qualidade ao tipo de música (estando sempre aberto a coisas mais alternativas)

Data de início da actividade blogueira?
21 de dezembro de 2006 (ou pelo menos é esta a data do primeiro post)

Personalidade que o amigo secreto o faz lembrar?
Sylvester Stallone

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

FELIZ NATAL





Para os meus amigos blogueiros. Uma música de Natal cantada por um frade a quem dá vontade de despir o hábito! 

SMS de Natal

Já começou a Saga das SMS s de natal de números desconhecidos...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Sabes que es gay quando...


No dia em que te armas em capitalista e decides ir tomar o pequeno-almoço fora, escolhes uma mesa estratégica para apreciar o rabo do rapaz que está a tomar o pequeno-almoço ao balcão... 

domingo, 20 de dezembro de 2015

Coisas que se encontram no carro

Há uns dias fui passear com o meu namorado. E ele lembrou-se de deixar o tablet dentro de um segundo porta-luvas que o meu carro tem (o principal está sempre atulhado), que está meio perro e que nunca uso. E quando ele quer lá por aquilo, eu lembro-me do que lá tenho: preservativos e lubrificante.

No entanto, estes artigos de índole sexual não eram do conhecimento dele. Aquilo foi do meu verão de solteiro, em que tive um amigo colorido e às vezes íamos divertir-nos para o mato. E ali foi ficando... E a verdade é que os preservativos passaram de validade em 2013...  

Árvore de Natal do Tom Daley


Parece que o nosso querido Tom já fez a sua árvore de natal. Está quase tão gira como ele... :D 

sábado, 19 de dezembro de 2015

Consoada com o Namorado

Já foi há uma semana, mas ainda assim, foi uma noite igual a tantas outras. 
Depois do jantar, feito pelo Chef Horatius, que consistiu nuns bifes de perú grelhados com batatas assadas no forno, tivemos uma sobremesa de bombons de chocolate da Sorini, iguais àqueles que lhe ofereci na noite em que começamos a namorar... 

Daqui saltamos para a cama (que estava frio) e fomos ver o último episódio da 3.ª temporada da Guerra dos Tronos em conchinha! :D 

No final houve presentes, e uma boa noite de sono (e houve também outras coisas, mas isso agora não interessa nada... LOLOL). 

Pronto, este Natal, com ele, já se passou. :) 

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Prendas de Natal

Já comprei as prendas de Natal que vou oferecer a mim próprio
A minha dúvida é se as devo embrulhar e colocar junto da árvore de Natal ou não...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Natal


Com o Natal sou tal qual uma criança. Vibro com as decorações, a árvore de Natal, adoro fazer o presépio. Como sou do campo, durante muitos anos, a árvore de natal era um pinheiro a sério, que quando se desfazia no dia de reis já estava seco em algumas partes, e depois era aproveitado para lenha. Com o advento da modernidade (adoro esta expressão xD), deixamos de ter um pinheiro destes lá em casa, para passamos à tradicional árvore de plástico, que é mais "amiga" do ambiente, mas que perde metade da piada. Ainda assim, é sempre preciso ir para o mato apanhar musgo! Que não nos tirem isto! 

Para além disto, o Natal é para mim também a família. A véspera de Natal é o dia em que vou religiosamente visitar os meus tios todos. E como todos estão a fazer fritos, nesse dia fico empanturrado! Depois há o jantar, onde não comemos nem bacalhau nem couves (comidas de pobre, isso já comemos o ano todo, Natal é para comer coisas boas!), com um tronco de natal cheio de chocolate para sobremesa. 

A parte dos presentes... bem, já não sou uma criança. Já não recebo os que recebia, e muitos deles converteram-se em dinheiro (nomeadamente o dos  pais). Para ofertas, não sou de fazer fretes. Dou presentes a quem gosto, e não vai muito além da minha família direta (pais, irmã e cunhado e sobrinhos). Contudo, se há coisa que odeio, são as confusões de última hora. Em novembro comprei metade do que queria. No início deste mês, depois de receber, comprei o que faltava. Estamos a duas semanas do Natal e já tenho tudo. Só falta fazer os embrulhos... LOL

Quanto ao namorado... Bem, o nosso Natal a dois é sempre antes efetivamente do Dia de Natal. Eu estou com a minha família, ele com a dele. Assim, uns dias antes (que este ano vai ser amanhã, curiosamente), fazemos uma consoada a dois. A carne já está a descongelar para o jantar e os presentes dele preparados. Será um jantar a dois (como há tantos outros), mas este com uma troca de presentes no final. E curiosamente, tenho um verdadeiro gosto em oferecer-lhe (e às vezes ofereço fora destas épocas festivas). E não me consigo cingir a uma coisa só. Este ano ele terá, da minha parte, três presentes. Estou em pulgas para o ver rasgar os papéis amanhã :D  

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Músicas...

Ouvi um música na rádio que Dizia qualquer coisa do género

A amizade depois do namoro é um adeus mais suave.

Grande verdade!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Questões profundas

Porque é que os gajos Giros e com estilo têm de ser de direita e snobs?
Olhamos para eles, são bons nas horas. Eles abrem a boca, só sai disparate.
O melhor é manterem se de boca fechada, a menos que seja para mamar xD

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Coisas da Rádio

Vinha hoje a ouvir na Comercial um que um estudo qualquer diz que as pessoas mais baixas são mais ciumentas. E depois pedia para as pessoas refutar este estudo, porque a locutora, que é baixa, não o conseguia refutar.

Eu não sou alto nem me acho baixo. Sou médio... Lol
E acho que não sou ciumento.
Já o meu namorado é um pouco mais alto que eu e um bocado ciumento.

Que vos diz a vossa experiência afetiva?  :-P

Um video a mostrar ao meu namorado :D



Sessão fotográfica com as varinhas? 

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

25 de novembro e a imprensa.

A imprensa, ou grande parte da imprensa, em Portugal é rasca. Digo-o sem pudores. 

O 25 de novembro é uma data que desconheço. Sei, pelo que os camaradas às vezes dizem, que foi um golpe contra a democracia que se estava a instaurar, dando a primazia ao capitalismo. Como nunca me debrucei muito sobre a mesma, não tenho uma opinião formada. Apesar dos partidos da esquerda terem a fama de ter uma "cartilha" (coisa que eu nunca me impingiram, e milito num partido de esquerda há quase sete anos),a  verdade é que eu, pessoalmente, gosto de formar a minha opinião sobre os factos, e como nunca procurei grande informação sobre este golpe, logo não posso ter uma opinião sobre o mesmo. 

Bem, o veneno que venho aqui destilar hoje tem a ver com uma notícia, partilhada por um amigo no FB. Mais propriamente na Visão, sobre este mesmo dia. A dado momento, temos esta frase:

"o MDP (partido satélite do PCP, equivalente ao que são hoje os Verdes)"

1. Isto é uma notícia. Não é uma crónica de opinião. Logo, um jornalismo sério, não apresentava opiniões. Apresenta factos. Dizer que os Verdes são um satélite do PCP (que não são, mas nem quero entrar nesse âmbito), é expressar uma opinião. O jornalismo informativo, pelo menos na minha opinião, deve limitar-se a expressar factos e não opiniões. Para opiniões, existem os cronistas.  

2. Reduzir o MDP à coligação que teve com o PCP nos anos 70 e 80 é ignorância pura. O MDP já existia no tempo do Estado Novo, e concorria às viciadas eleições legislativas contra a União Nacional ("partido" do regime, que levava os deputados todos). Após o 25 de abril, pela luta contra o regime que teve com o PCP no tempo da ditatura, acabam por fazer uma coligação (que termina nos anos 80). Criam-se algumas cisões no MDP, uma delas dá origem à Intervenção Democrática (que concorre na CDU com o PCP e Os Verdes, mas que não tem deputados eleitos), e outra dá origem a um movimento que se funde na Política XXI (que mais tarde dá origem ao Bloco de Esquerda). 

Ah, a Visão pertence ao mesmo grupo do Expresso (cujo veneno já destilei aqui), que são propriedade de um grande senhor laranja. E que estão ao serviço da manipulação de opinião do regime, logo a verdade e a seriedade profissional não são os valores que mais interessam... (e não nos esquecemos que este grupo esperou pelo dia depois das eleições para anunciar um despedimento coletivo... ) 

Irritações Matinais

Abomino pessoas que conseguem fazer uma rotunda sem ligar um único pisca!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Clientes

Há aquela altura em que tens um cliente à frente, com umas calças justas e um grande enchumasso.
E os teus olhos estão sempre a bater no enchumasso do homem e a pensar que se ele tem uma erecção com as calças vestidas, vai rasga las.
Há dias que nem odeio assim tanto quanto isso o meu trabalho... Lol

Adoção II

As votações já foram, e parece que foram aprovados os projetos de lei para que os casais homossexuais possam adotar.
Não mandem já foguetes, que isto agora vai baixar a comissão e só depois é que volta a plenário para votação final.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Adoção

A crise e marcada pela comunicação social. De um momento para o outro deixou praticamente de existir crise política em Portugal e a única crise que existe é a dos atentados de Paris.

Com tudo isto, praticamente não se falou que hoje se iniciou o debate sobre a adoção de.crianças por parte de casais homossexuais.
Veremos o resultado...

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Velhice

Uma pessoa sabe que está a ficar velha quando sai de casa de dia, e vê se grega com as luzes dos carros quando volta de noite, abençoando o facto de a estrada ter linhas, senão seria o descalabro. Isto porque os óculos de ver ficaram em casa...

É o PDI!  (ou não...)

domingo, 15 de novembro de 2015

Coisas Fofas



Achei este vídeo super fofo :)

E digam o que disserem, este rapaz fica lindamente de boxers :P



E fazer conchinha é das melhores coisas quando estamos a 2 :)

Empresa onde não comprar nada...


Parece que uma grande empresa mostrou todo o seu desrespeito por aqueles que procuram trabalho. Deixar em plena via pública os currículos de uma série de pessoas parece-me uma atitute extremamente inconsequente. Ali estão moradas, telefones, emails, sítios onde trabalharam aquelas pessoas, possível hobbies e associações a que pertencem. O que acontecerá se estes forem parar às mãos erradas? Será que nunca ouviram falar em destruidoras de papel, que custam meia dúzia de tostões para uma empresa destas? 

De qualquer forma, tomei a decisão de não comprar mais nada a este grupo. Da Intimissimi só tenho uns boxers (velhos como a porra, mas bons, verdade seja dita). O grupo tem também a calzedonia (onde compro meias com alguma regularidade) e a tezenis (onde compro boxers). Deixarei de comprar aqui. Outros lugares os vendem. Todos fazem isto? Talvez. Mas estes é que foram apanhados.

sábado, 14 de novembro de 2015

Perder Peso

Antes do "amor": 99.2 Kg
Depois do "amor": 98.7 Kg

Meio quilo perdido por puro prazer :P 

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Manif's


1. Percebem porque é que não confio na comunicação social?
2. Meninos de coro. Vão aprender a fazer manif's. E não dizem que ir gritar para a rua não vale de nada? 

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Citação

Há uma casta de gulosos comprometidos que, para ficarem em paz com a consciência, acompanham o consumo de toda a espécie de doçaria com adoçantes na bebida.
MM

Harry Potter


Reuni todos os contos do Harry Potter, que a JK lançou nos últimos dois anos, e li tudo de uma assentada. Como se de um livro se tratasse... 

Porque é que não me quero curar disto?

sábado, 7 de novembro de 2015

Coisas

Há uma pessoa que, academicamente falando, sempre tive curiosidade em conhecer. Chegamos a falar várias vezes por email.

Hoje proporcionou se esse conhecimento. Foi um "finalmente que nos conhecemos". Pedi lhe para assinar o livro dele que comprei já há cinco anos. Dei lhe o meu.

E o meu gaydar apitou. Várias vezes....

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Sensações

Abrir um livro novo e sentir a cola da lombada a estalar, e ele a entregar se a mim, e só a mim. Será meu e só meu!

Sou muito possessivo em relação aos meus livros!

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Por causa das carnes vermelhas...


Encontros

Encontrei o namorado de um amigo numa cerimónia religiosa numa terriola. Como manda a boa educação, cumprimentei-o. E ele cumprimentou-me. (não conversamos, porque o ambiente estava longe de ser propício a isso). 

Contudo, a pessoa com quem estava perguntou-me logo "conhece-lo?". E depois, quando regressava perguntou-me de onde o conhecia. Tentei dar uma resposta evasiva, apesar de ter mentido. 

E com isto tudo fiquei a pensar: será que criei algum "problema" ao rapaz? (por ele ter de "justificar" de onde me conhece?) 

domingo, 1 de novembro de 2015

Pêlos púbicos

Eu ando com queda de cabelo desde há uns anos a esta parte.
Mas tenho um colega de trabalho que anda com queda de pelos púbicos, atendendo à quantidade de pelos que se encontram no urinol dos balneários da minha empresa....

sábado, 31 de outubro de 2015

Leituras

Ando a ler um livro com capa cor-de-rosa, e conotado como sendo um "livro de gaja". Serei gay?

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Dinheiro e Orçamentos

Primeiro que tudo, convém dizer desde já que não venho de famílias abastadas nem tenho um grande ordenado. Ganho um pouco mais (e quando digo pouco é mesmo pouco) que outras pessoas na mesma função que eu, noutras empresas, mas também faço mais (de uma forma muito... precária). 

Bem, o que interessa aqui, é que acabei de fazer uma compra (não propriamente fútil, mas que podia ter sido mais moderada), e que, subtraindo o valor do meu ordenado ao saldo com que fiquei depois de receber, hoje acabei de gastar mais do que ganhei. (confuso? Lol)

Na verdade, tenho um "plafond" para as emergências na minha conta à ordem (para evitar mexer nas poupanças). E este mês, tive de passar a "linha vermelha". Tive o seguro do carro (200€), o que "justifica" o ter passado a "linha vermelha". Mas a verdade, é que se me tem acontecido uma "calamidade" e não tivesse conseguido ter umas coroas de lado, estava bem lixado... 

É triste ser pobre (para não dizer que é fodido). 

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Trabalho

Há dias, como hoje, que só penso mandar o meu trabalho para o real corno que o fez, e por-me a andar de lá para fora. Depois penso "fodasse, sou pobre, tenho de ir trabalhar!" 

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Emails atrasados

Tenho tantos emails por ler, que recebi uma newletter a informar que um curso e-learning (que estava interessado em participar) cujas inscrições terminaram... a 19 de setembro. (o email era de 03/set).  

Um Post Para o Limite



Quem é amigo, quem é, Limite Manuel? :)

A Múmia falou

E disse merda. E da grossa. 
E para não me irritar mais, só desejo que apanhe uma doença que lhe faça mirrar os braços e que apanhe uma infestação de chatos e não se consiga coçar! 

(e não, não estou irritado pela indigitação de PPC. Essa era mais previsível de que o sol nascer entre as 7 e as 7.30. Estou irritado pelas declarações que aquele monte de merda asqueroso proferiu em relação aos partidos de esquerda). 

(sim, disse muitas asneiras. Mas o blog é meu e aqui quem manda sou eu!)

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Descodificador de Anúncios de Emprego


Se há coisa que tenho experiência é em responder a anúncios de emprego e algum (menos) em ir a entrevistas. Não passa um ano que não vá pelo menos a uma. Este ano, já fui a duas. Na última (que era para o Estado), o lugar já tinha dono e só levantaram problemas. Na outra, estando com as costas quentes por ter trabalho, disse ao tipo "Olhe, eu só mudo se me compensar financeiramente". Fiquei riscado automaticamente.
Tenho uma amiga que trabalha numa grande superfície de electrodomésticos, onde recentemente disse estarem a procurar alguém com conhecimentos informáticos, mas que têm dificuldade em recrutar, porque ninguém quer trabalhar aos fins-de-semana. E quando me disse que ganhavam o ordenado mínimo, não me espantei. Querem mão-de-obra qualificada pelo mínimo, e sem grandes condições. Não é de espantar que tenham dificuldades, pois a informática é das poucas áreas que ainda vai dando emprego aos seus técnicos. 

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Promoções

Hoje fui ao supermercado e comprei uma beringela e dois tomates. Estavam em promoção, apesar de serem espanhóis.
Achei que devia partilhar :-D

Coisas deste país

JURAAAAAAAAAAAA? 
Eu ficaria espantado se os patrões estivessem a favor da medida... 

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Em contagem descrescente...


Para nos livrarmos da múmia... 

Parece que sou psicopata...

Segundo um estudo desta notícia, tenho uma alta probabilidade de ser psicopata. Bem, que não regulava lá muito bem eu já sabia. Não sabia que é que isso era por causa de beber café sem açúcar. É que eu sempre pensei que era maluco. Mas só deixei de por açúcar no café há uns dois anos... 

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Músicas...



Pode não ser a melhor música de sempre, mas fiquei preso quando ouvi um miúdo de onze/treze anos a cantá-la. Num espanhol perfeito (e sim, o rapaz é português)... 

Coisas...



A verdade é que a Sonae tem lucros cada vez maiores. A Jerónimo Martins tem cada vez lucros maiores. Mas a verdade é que há cada vez menos gente a trabalhar nos seus supermercados, e que cada vez mais, que recebem cada vez mais mal. E depois quando reclamam por um salário melhor... vão para a rua. Outros farão, pelo mesmo preço... 

Vantagens de trabalhar de farda

Quando se faz a máquina da roupa escura da semana, só há meias, boxers, duas sweet e um fato de treino.

sábado, 17 de outubro de 2015

Citação

O problema estava em que Vítor (e Toni, claro) eram rapazes bem da sua época e não se sentiam nem um pouco desonrados pela ignorância, antes a agitavam orgulhosamente, como bandeira de pujança e virilidade.
JA

Cogumelos


Gosto muito de cozinhar, especialmente se não for só para mim. Gosto de cozinhar para o namorado e para os amigos. E um dos ingredientes com que mais gosto de trabalhar são os cogumelos.

Já fiz creme de cogumelos, cogumelos recheados, ovos mexidos com cogumelos e como acompanhamento (salmão no forno, refogados, carne grelhada).

Contudo, já percebi que tenho de deixar os cogumelos enlatados. Não há nada que se chegue aos cogumelos frescos. Depois de cozidos (com água e uma pitada muito pequena de sal), podem ser usados para uma salada. 

E de preferência, como os da imagem (com o "chapéu" castanho). Os brancos não são tão saborosos... 

Manhunt - Toda a Verdade





No meu tempo de solteiro existia uma rede social gay que era o Manhunt. Creio que ainda existe, aliás... 

Bem, se quiserem conhecer o dono desta rede social, basta colocarem no minuto 4:28. 

Se quiserem, podem colocar logo no minuto 4:05 se quiserem ver o jeitoso que faz o vídeo de boxers, com o rabo alçado a levar umas palmadas... :D

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Luís Miguel Rocha


Já por várias vezes falei aqui de um dos meus autores preferidos: Luís Miguel Rocha. 
A última vez creio que foi aquando da sua morte, em março passado. Andei a reler um livro dele, "A Filha do Papa" (reler livros de que gostei é uma coisa que faço frequentemente). E reler um livro faz-me sempre redescobrir aquela narrativa. E foi isso que aconteceu. Já não me lembrava que Sarah (umas das personagens principais) inicia a narrativa a recuperar de um cancro. Foi um cancro que vitimou o Luís. Coincidência? Ou já estaria ele doente quando escreveu o livro? 
Depois disto sinto uma sensação estranha. 
O não deixa de ser estranho. Apesar de admirar o trabalho de certas pessoas, não sou pessoa de colocar posters pela casa, de correr o país atrás de uma celebridade (ainda que, confesso, fui à apresentação de um livro do Luís). Ainda assim, sinto um vazio com a morte dele... 

(foto da página oficial do Facebook do autor)

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Limpeza

Estive armado em mulher a dias,  a limpar este canto onde arrasto o cu e durmo. Fartei me de transpirar. Será que conta como um dia altamente desportivo?

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Astérix

Fui à catedral do capitalismo,  e vi que os álbuns do Astérix estavam em promoção. Decidi trazer um para casa.

Serei muito infantil?

terça-feira, 13 de outubro de 2015

De manhã

Depois disto ontem à tarde, hoje quando vou a sair de casa apercebo me que a porta ficou destrancada toda a noite.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Depois de um dia de trabalho

Chego a casa, estafado de um dia de trabalho e reparo que quando saí de manhã a cama não ficou feita (coisa que raramente acontece).

Que faço?
Dispo-me e enfio me la dentro....

domingo, 11 de outubro de 2015

O último cabalista de Lisboa


Ando há que tempos para comprar este livro. Então não é que o autor é o marido do Quintanilha? 

sábado, 10 de outubro de 2015

Alta definição

Depois do Paulo Rocha, parece que agora foi o José Carlos Pereira.... 





O Natal está quase aí...
E eu tenho de começar a seguir este programa. 

terça-feira, 6 de outubro de 2015

A múmia voltou a fazer... porcaria

Parece que a múmia que vive em Belém voltou a fazer das dele. Estamos em contagem decrescente para nos livrarmos dele, mas parece que ele quer que nos lembremos dele até ao fim... 

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Para desanuviar do tema eleições

Alguém já viu fotos do casamento do Tom? É que já me fartei de procurar e não encontrei. 
E sabem, eu adoro casamentos :D







Vimos muita televisão e lemos muito pouco

Posso estar meio ressabiado com o resultado destas eleições, mas uma coisa é bem certa: não estou espantado. Mas vamos por partes. 

Quanto ao resultado da CDU em si (força a que pertenço e que defendo), foi francamente positivo, ainda que muita gente queria dizer o contrário (e se isso se admite de comentadores de outros partidos, não se admite que a comunicação social entre nessa histeria também). Falo, entre outros, do Expresso, que teve como título de notícia nada imparcial "CDU em Negação". Tal notícia teve o seguinte comentário do camarada (e deputado reeleito) Bruno Dias "Há dias fiquei a saber que não havia campanha da CDU sem Jerónimo. Esta noite descubro que a CDU está em negação. De facto, quem os ouvisse até pensaria que a CDU cresceu em número de votos, de deputados e em percentagem. Obrigado, Expresso. O que seria da verdade sem ti?"

E a grande verdade é esta: a CDU cresceu em número de votos absolutos, em termos de percentagem e conquistou mais um mandato no parlamento, no círculo do Porto - Viva o Puerto Carago! Cada vez gosto mais do Porto!  
Não tivemos, ao contrário do Bloco, direito a que as nossas melhores intervenções e saídas aparecessem nos noticiários da hora de almoço e jantar. Não tivemos as nossas intervenções na comissão de inquérito do BES em destaque nos jornais. Eles tiveram, e conseguiram canalizar os votos dos descontentes para eles. Não esperava um crescimento tão grande do Bloco, mas quando o vi, não fiquei espantado. Se há coisa que eles tiveram, foi tempo de antena, e mal seria se não o aproveitassem. 

Contudo, e apesar de ser raro fazer futurologia, o resultado do Bloco nas próximas eleições pode alterar-se substancialmente. O da CDU duvido. Quando uma pessoa que nunca votou CDU vota pela primeira vez, fa-lo de uma forma incrivelmente consciente. E porque o preconceito contra a CDU é muito, e as mentiras criadas em torno dela também, se uma pessoa depois de ouvir tudo isso sobre a CDU, mesmo assim decide votar, dificilmente voltará a votar noutro lado (óbvio que há exceções, e também há quem use a CDU como voto de protesto, ainda que de forma residual). A comprovar isto têm o facto de desde 2002 a CDU ter vindo a aumentar gradualmente o seu número de votos, sem sequer dar sinal de baixar. 

Assim, numas próximas eleições, os votos de protesto que desta feita foram para o Bloco, aliados à extensa cobertura mediática que teve, irão para outro lado (talvez alguns para a CDU, mas muito poucos, os da CDU irão conquistar-se na rua, a conversar com as pessoas). 

Quanto aos resultados finais, esta é a prova de fogo para o PS. Quando os partidos à sua esquerda começarem a apresentar projetos de lei para o aumento do salário mínimo, paragem da privatização da TAP, da água, aumento do IRC e descida do IRS e de sobretaxas, a ver vamos como é que este se vai desenvencilhar. 

Nota explicativa do meu título: ler é uma atividade que nos ajuda a pensar, ao contrário de ver TV. Assim, penso que o resultado destas eleições são o reflexo de um povo que não está habituado a pensar. 

domingo, 4 de outubro de 2015

2.ª Reflexão em dia de eleições (ou será mais a continuação da anterior?)

Os meus amigos não-gays estão ligados a algum momento da minha vida (vida escolar ou laboral). Uma vez, logo no inicio da faculdade, a prof. de psicologia disse que os amigos que fizéssemos naquela altura seriam os amigos para a vida. Estamos fora de casa, os amigos são a nossa família. Era com eles que passávamos os serões, almoçávamos, jantávamos. Não poderei concordar mais. Hoje não estou com os amigos dessa altura todos os dias, acho que alguns passo anos sem os ver. Contudo, quando nos encontramos, é como se não nos víssemos desde o dia anterior. 

Comecei a aceitar a que gostava de homens mais ou menos no início do segundo ano da faculdade. Contudo, pela confusão e por todos os preconceitos que tinha impregnados de 18 anos de vida num meio rural, nunca entrei em confidências com ninguém. Comecei a namorar no início do último ano da faculdade. Em abril desse mesmo ano fomos para estágio. Os meus amigos (ou melhor, amigas, só havia outro rapaz no grupo para além de mim), conheceram o meu ex como um amigo. Nunca se aperceberam (acho eu) que ali havia algo mais que simples amizade e não partilhamos o dia a dia o tempo suficiente para eu me decidir a dar o passo de lhes contar. Hoje, atendendo ao tempo que estamos juntos, acho que não vale a pena. 

Da escola saltei para o meu primeiro emprego, o segundo onde estive mais tempo (um ano, cinco meses e dois dias, para ser preciso), e o único onde criei amigos que chegam aos dias de hoje. O tempo que lá me mantive, por razões várias, não foi o suficiente para criar a base necessária a fazer tal revelação. Ou talvez achasse, inconscientemente, que isso poderia afetar o espírito da equipa em questão (havia lá um elemento, que apesar de não ser homofóbico, deixava-me algumas reticências). A verdade é que nunca coloquei essa hipótese sequer em cima da mesa. Entretanto saí, e a situação passou a ser idêntica aos colegas de faculdade: já não estávamos juntos todos os dias, já não valia a pena entrar nesse campo da minha vida. 

Bem, à coisa de um ano, por razões que não vêm agora ao acaso, aproximei-me de alguns amigos deste primeiro emprego. Mais precisamente três amigas, das quais duas ainda lá trabalham. Não direi que o convívio é diário, mas anda lá perto. E começa a fazer mossa, hoje que sou uma pessoa com a minha sexualidade mais resolvida e emocionalmente mais estável (quando lá trabalhei ainda andava na fase bi-gay). Não dizer que não posso porque estou com o meu namorado, por exemplo, é uma coisa que me custa. Além de que, sem querer, vou-me descuidando aqui e ali. Ainda no outro dia, ia de carro com uma delas, e já não sei bem a propósito de quê, disse na brincadeira "pois, liguei o meu modo diva". Depois de ter dito isto pensei "raio, esta foi um bocado gay". Mas ela ou não percebeu ou fez que não percebeu.

E pronto, tudo isto para dizer que começo a equacionar fazer uma saída do armário para estas três amigas. Sobretudo para uma (a que lhe falei no modo diva), não por causa disso, mas porque é a mais open-mind e sei que não me julgará e que ficará tudo na mesma entre nós (ou talvez se cimente melhor a amizade que temos). Apesar de ainda estar no "equacionamento" da coisa, porque eu sou uma pessoa complicada e tenho de pensar muito sobre as coisas antes de dar o passo, creio que ela vai reagir bem e a nossa relação não vai esfriar. 

A fazer isto, será uma nova experiência. Tenho 27 anos. Aceitei que gostava de homens há sete. Nunca contei a ninguém que era gay. Quem o sabe, conheceu-me assim. A prespetiva de o fazer, deixa-me a tremer... 

Reflexões em dia de eleições...

Não, desta vez não vou falar de eleições. Vou falar da amizade e de amigos. E da sua relação coma homossexualidade. 

Sobre a minha orientação sexual sabem apenas os meus amigos gays (e gays conhecidos que não são amigos) e tenho também uma amiga que sabe e não é lésbica. Contudo, conhecia através de um casal gay amigo. 

Em relação a este dito casal, conheci um dos elementos há uns anos valentes, no tempo do gaydar. Ainda antes de namorar com o ex, por isso devemos estar a falar de 2008. Fomos travando amizade com o tempo, entretanto conheci o namorado dele. Quanto terminei com o meu ex, estando na altura com um trabalho "de merda", associado ao fim da relação, foram eles que me "deram a mão", e me fizeram sair de casa, para arejar as ideias. Por isso, têm um grande significado para mim. 

Contudo, um dos elementos do casal (não o primeiro que conheci, mas o outro), já se atirou a mim duas vezes descaradamente e algumas mais "de manso". Sempre dei para trás, fosse porque o namorado dele é meu amigo, fosse porque eu próprio tenho namorado (porque no entretanto comecei a namorar com o meu rapaz). Ainda assim, nunca deixei de sair com eles ou ir a casa deles ou convidá-los para a minha. Fosse apenas com um ou com os dois. 

Há uns tempos, e porque este mundo é um bidé onde tudo se sabe, descobri que este tipo anda metido em orgias. Fiquei repugnado com a situação. E se nunca equacionei abandonar esta amizade porque um deles se atirou a mim, começo a pensar seriamente nisto depois de saber desta situação. Aliás, ainda que involuntariamente, já me comecei a afastar. 

Tenho pena do meu amigo (o primeiro que conheci), mas ele parece que não tem pena dele próprio. Ele anda meio apático (coisa que já constatei com a nossa amiga comum). Pensei que eu era uma pessoa "moderna", mas a repugnância que esta situação me causou faz-me sentir um bocado "velho do restelo". 

Mas, definitivamente, preciso de novas amizades... 

sábado, 3 de outubro de 2015

Alta Definição

Parece que hoje ou ontem ou coisa parecida esteve no alta definição o senhor das fotos abaixo: 







Epá, já me viram bem este parachoques traseiro?



E o parachoques dianteiro?




Bem, este homem (que parece que já conta com 38 anos anos e que está como o Vinho do Porto) foi a minha grande paixão televisiva de adolescente. 

E não é que enquanto procuro o vídeo da entrevista (que não encontrei), encontrei este abaixo: 

~

Emocionei-me nesta parte, admito! 

Nunca pensei juntar um gajo podre de bom, como diria o Francisco, com o Jerónimo num só post. 

Senhores da CNE, isto não é romper o dia de reflexão. Que a entrevista é de 2011, táh?

Tom Daley

Parece que Mr. Daley e Mr. Black vão dar o nó!

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Diferenças

Últimos discursos desta campanha: 

Catarina Martins
"Ninguém como o Bloco atacou este governo"

Jerónimo Martins
"Lutamos com muitos trabalhadores contra este governo, e nunca lhes perguntamos a cor do cartão do partido"

É semântica, mas a diferença está lá. 


Harry Potter


Bem verdade. É por isso que quem não lê os livros anda sempre por fora da história... 

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Sabes em quem vais votar?

 

Tenho um amigo que diz que não vai votar, porque diz que são todos iguais. Realmente, atendendo a que o voto dele oscila entre o CDS e o PS, são realmente todos iguais. Podia dizer muita coisa, mas não vou dizer nada. A minha experiência, sobretudo "online" diz-me que as pessoas não estão dispostas a perceber o que não querem perceber. 

Que há uma grande diferença, por exemplo, entre subir o IRC e descer o IRS. Os grandes terão sempre dinheiro para pagar o IRC, por muito alto que ele seja, e os pequenos terão maior faturação, porque o poder de compra aumenta. Óbvio que nada é tão linear, mas a ideia principal está lá. 

Que não deixem os outros escolher por vós. Que não votem em branco ou nulo, porque isso nada resolve. Que votem conscientemente, e que se lembrem que há mais que dois quadrados no boletim. 



Não se esqueçam que existe um dia onde é proibido falar de política (véspera das eleições), pelo que quem comentar depois das 23.59 de amanhã, está por sua conta e risco. Eu só responderei depois dessa hora a comentários depois de fechadas as urnas :P

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Encontro de bloggers IV – a dormida e o regresso

Cheguei ao dormitório do hostel, e depois de já ter especulado durante a noite com não sei quem sobre se seriam giros os meus colegas de quarto, reparo que no meu beliche, na parte de cima, está uma pessoa deitada. Olho com atenção, e reparo que tinha o rabo de fora. Era cu de gaja. Pensei “Dass, esta não interessa…”. Bem, lá fui lavar os dentes e dormir.
                     
No dia a seguir de manhã, acordo e vou tomar um banho. Quando acabo de me secar, procuro o desodorizante. Onde é que está o desodorizante? Pois, ficou em casa. Eu bem sabia que me tinha esquecido de alguma coisa… mas pronto, acho que ninguém fugiu de mim naquela manhã. Volto ao dormitório, e percebo que dormi no mesmo espaço com três chinesas. Que desapontamento… falta de testosterona…

Depois de um pequeno-almoço rasca, tomei um café na Leitaria em frente, e fui até à Estação de S. Bento, passando via Torre dos Clérigos – vista por fora apenas. Quando peço o bilhete, diz-me o sr. da bilheteira que o comboio de S. Bento para Campanhã chegava à hora do Intercidades e não garantia ligação, pelo que não era seguro estar a tirar bilhete. E aconselhou-me a ir de metro para Campanhã, podia ser que tivesse mais sorte.


Qual metro, qual quê. Decidi logo ir mesmo de táxi. Sorte o homem fosse dar uma volta a Braga, e me atrasasse mais. Contudo, apesar de ter dito qualquer coisa do género “O caralho dos peões não têm cuidado nenhum!”, cheguei a Campanhã cinco euros depois, em menos de cinco minutos. Apanhei o comboio, e pronto, voltei ao meu humilde lar e a minha rotina que é tudo menos rotineira… :D

domingo, 27 de setembro de 2015

Encontro de Bloggers III - Jantar & Noite

Chego eu junto aos bloggers do jantar, e o Limite apresenta-me os demais: o Neko, o Mikel e o Francisco. 

Feitas as apresentações, e uma vez que o nosso anfitrião teve de ir resolver um assunto da sua vida, decidimos ir a uma esplanada, e a So Tu, que entretanto ligou a alguém, recomendou a Padaria Ribeiro, que seria naquela zona. 

Então o Francisco, que as vezes parece um campónio como eu, pergunta muito alto, para o ar "Mas onde é que é a Padaria Ribeiro?". Ia uma moçoila a passar que diz "É ali ao fundo!"

Lição de vida:No Porto, quando quiseres saber onde é alguma coisa, pergunta alto para o ar. Alguém te irá responder. 

Bem, entretanto chega a So Tu, e sentamo-nos na esplanada. Metade da malta consome alguma coisa (para não parecer mal). O Francisco adquiriu um brinde. 

Depois fomos jantar (não vou descrever o jantar - fossem! LOL) e no final fomos a um bar de gins. Bem, eu não provei nada, mas tenho a dizer que se fosse solteiro, não me importava de provar o empregado... LOL

Depois disto, e tendo levado o Mikel até ao Metro, fomos ao Café Lusitano, um bar friendly do Porto. 
Bem, eu não sou muito fã de saídas noturnas para bares e discotecas. E esta foi, com efeito, a minha primeira vez num bar gay. Devo dizer que saí de lá agradavelmente surpreendido. Não é sítio onde volte todos os dias, e muito menos sozinho. Mas gostei do ambiente (a música não era a melhor, mas pelo que percebi, são dias), e para além de umas beijocas e uns abraços, não há nada de mais. Sempre pensei (e podem vergastar-me e dizer que estou imbuído de preconceitos) que a malta se ia lá comer como se não existisse o dia de amanhã... Se bem que, segundo percebi, aquele bar é o Top da coisa. O bar que existe aqui na zona onde vivo é o degredo comparado com aquele (diz quem conhece os dois... lol)

Devo dizer que fui a este encontro, primeiramente, porque conhecia já o GbBb (anfitrião) e o Limite. A Blogosfera surgiu para mim como um "escape" para partilhar situações da minha vida com outras pessoas e dar a possibilidade que outras pessoas partilhem comigo. Especialmente da minha "faceta" gay, uma vez que essa não a partilho, por razões várias, com a minha família, no trabalho e com alguns amigos. Contudo, se me derem a hipótese de passar para a vida real o ecrã, melhor. E gostei bastante de conhecer aquelas pessoas ontem! 

Econtro de bloggers II - A viagem e a chegada ao alojamento

Fui até ao Porto de Comboio Intercidades. Quem costuma andar neste comboio sabe que os lugares são marcados. Pois bem, eu fui sentado ao pé de uma vetusta senhora, que mandava uns arrotos que cheiravam a contentor do lixo acabado de desinfetar... Como se isso não chegasse, decidiu meter conversa a meio caminho

Velha-que-manda-arrotos: Olhe, este comboio não para em Ovar?
Horatius: Não faço ideia. É a primeira vez que estou a andar aqui (por acaso é mentira, mas isso também não interessa nada). 
Velha-que-manda-arrotos: Ai, eu pensava que parava em Ovar... 

(não percebi bem toda esta conversa, mas pronto, isso também não interessa nada)

Chego à estação de Campanhã, e vejo o aviso luminoso a piscar que o comboio para S. Bento estava a arrancar. Quintus Tulius Horatius puxa pelas pernas, e manda uma corridinha até ao comboio. Apanhei-o no último segundo! 

Bem, chego a S. Bento, e uma vez que já tinha visto as direções para o hostel, meto pernas ao caminho. Mas uma ginásticazinha a fazer uma subida. Depois de um check-in em que a menina mastigava as palavras, liga-me o anfitrião do evento, o GbBb, a dizer que ia só dar uma voltinha, e que ia explicar à malta como vir ter comigo. Nisto chego à janela e verifico que do outro lado da praça há uma livraria. Onde ir enquanto espero? Pois...

O que vale é que eles não demoraram, e não deu tempo de gastar dinheiro... 

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Encontro de Bloggers I

- Horários de trabalho ajustados
- Alojamento reservado
- Bilhete de transporte comprado
- Mala feita (o essencial - a escova de dentes e umas cuecas lavadas está - mas tenho sempre a sensacao que me vai faltar algo!)
- Roupa escolhida e pendurada no cabide para não esquecer
- Colocar o telemóvel a carregar para estar com bateria suficiente para aguentar até ao meu regresso ( se não abusar na net)
- Não esquecer de colocar amanhã de manhã o meu livro de mesa de cabeceira
- Vontade de me ir divertir

Já que o namorado não vai, ver se não me esqueço de usar aquele perfume que ele não gosta e que eu gosto tanto!

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Vício

Sabemos que estamos completamente viciados num livro quando só apagamos a luz as duas da manhã porque estivemos a ler... 

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Jornalismo Rasca & Legislativas

Temos sido noticiados pelo Expresso alguns dos mais interessantes episódios de uma parcialidade desmesurada. E o pior nem vem dos cronistas (esses sim, devem ter opinião, as noticias devem relatar factos, e não emitir opiniões). Há uma outra grande forma, ainda que sem emitir opiniões, de enveredar por este jornalismo rasca: omitir notícias e elevar outras, com menos interesse. Ah, e pode também mentir-se. Já vou a cada uma do expresso:

- não posso deixar de começar por me referir à Festa do Avante, onde, ao que parece, dois indivíduos afirmam que estavam a dar um beijo e a direção da festa diz que eles estavam em pleno ato de sexo oral. Não sei como foi, porque estava na festa, mas não vi este episódio (nem dei por ele). Não que desculpe a violência barata (ou qualquer outro tipo de violência), mas não me parece que a segurança da festa se fosse meter com quem tivesse a dar umas beijocas. E, sinceramente, tenho mais motivos para acreditar na direção da festa do que no Expresso. Independentemente disso, o senhor da ILGA que disse que não ia votar no PCP e apelava a que nenhum homossexual o fizesse nas próximas eleições (ou coisa parecida que ele tenha dito), devia era fechar a matraca antes de proferir tal barbaridade. Não pode fazer toda a CDU pelo PCP e não pode fazer todo o PCP pela atitude dos seguranças da festa. Quando o PCP fez uma coisa desde sempre: tratou os homossexuais como qualquer outra pessoa, sem os elevar a pedestais de marginalizados nem se aproveitar dos mesmos para caçar votos. Basta que nos lembremos de Ary dos Santos, que além de ser homossexual, era também ligado ao PCP, ainda antes do 25 de abril, quando o regime e os homossexuais não se cosiam da melhor forma. Voltando à situação da festa, o O PCP fez o que tem de ser feito nestas ocasiões: entregou o caso às autoridades. A violência é crime, mas o atentado ao pudor também é. As autoridades que decidam que castigos devem ser aplicados a quem.

- O expresso noticiou que só havia campanha da CDU quando Jerónimo estava presente. Bem, eu ando nisto há uns anos (seis, se não estou em erro). De forma mais ou menos participativa, já participei em vários atos eleitorais. E posso dizer que só tive numa ação com o Jerónimo. O meu concelho não é visitado pelo Jerónimo há seis anos, ou talvez mais. E sempre houve campanha. E como acontece aqui, acontece em todo o lado. Lá por o Expresso só acompanhar o Jerónimo (quando acompanha), não quer dizer que não existam mais campanhas. Elas existem, e eles até recebem os comunicados de imprensa. Só que não querem estar presentes. Se querem servir os ideias da direita, tudo bem. Mas pelo menos não sejam mentirosos! (estão a ver porque é que eu digo que acredito mais na direção da festa do que no Expresso?)

- Ontem foi o arranque oficial da campanha eleitoral, e a CDU fez, como acontece de vez em quando, o arranque da mesma no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. À saída houve um cruzamento com uns sujeitos que vinham da manifestação contra o apoio aos refugiados (que parece que, sendo nacional, contou com umas 150 pessoas…), e parece que os ânimos contra algumas das pessoas que vinham do comício do coliseu se exaltaram, e houve quem tivesse levado uma valente carga de porrada (nomeadamente um velhote que vinha com uma bandeira da CDU). E a notícia do expresso dizia que… pois, não há notícia do Expresso.

domingo, 20 de setembro de 2015

69

Reparei hoje que o meu desafio de leitura de 2015 vai em 69%.
Como diria Mota Amaral, curioso o número....

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

sábado, 12 de setembro de 2015

Férias - o regresso

Tudo o que é bom acaba depressa, lá se costuma dizer. As minhas férias já acabaram, e podiam ter durado mais, que não me teria importado. Fui até ao Reino dos Algarves, passar uma semana de papo para o ar, e vim de lá um pouquinho mais escuro, e com a minha tshirt de bronze à trolha ligeiramente esbatida. Algumas considerações: 

- Ainda antes de rumar ao sul, houve um importante evento ali na margem sul, em que não deixei de marcar presença. Em modo AVANTE!, tento deixar um vídeo abaixo... Sem promessas de o conseguir carregar... 
video

- Nestas férias o meu namorado passou a ser um trintão. 
- Apanhei um escaldão na careca. 
- 1.10€ por um café normalíssimo é um perfeito roubo. (ainda assim, tomei um todas as manhãs...)
- Fazer-se a uma gorjeta quando se compra um protetor solar ao dobro do preço é uma atitude muito pouco ética. 
- Tirei a foto para o desafio do GbBb "Sunga 2015". 
- Apesar da placa indicar a zona de naturismo com uma seta, os naturistas estavam quase sempre antes dela...



PS1: Preciso de férias outra vez.
PS2: Tenho muita coisa em atraso para ver na blogosfera!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Férias

Estou quase a ir de férias, e há duas coisas muito importantes a ter em conta:

1. O tempo está uma valente bosta.
2. Tenho de começar a fazer as malas. E antes disso, tenho de lavar comboios de roupa...

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Praia


Hoje o mar estava assim. Revolto. Só deu mesmo para molhar os pés. 

E não sei se é moda em espanha, mas estava uma família espanhola na praia... em roupa interior. E o papai ficava muito bem de boxers pretos xD

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Chat do FB

Um "amigo do facebook" disse-me que eu parecia um gato de barba (numa foto antiga que está no meu face). Ele é (supostamente) hetero. Não estou a saber lidar bem com esta situação. LOL 

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Eu & O meu telemóvel novo

Como contei aqui há tempos, quando fui de férias com o meu namorado, compramos um telemóvel novo. E eu, que tenho várias contas GMAIL, só conseguia ter a minha conta "principal" sincronizada na aplicação. Ou seja, com as outras tinha de ir ao Chrome, e fazer o log-in como se de um computador se tratasse. 

Acontece que mexe daqui, mexe dali, lá percebi como podia adicionar mais contas. E eu, todo feliz e contente, lá adicionei a dos blogs. Depois de ver os emails pendentes, clico num para comentar. Abre a pagina do blog no Chrome e eu comento. Depois de comentar... disse uma rajada de asneiras das grandes.. Tinha comentado com a minha conta oficial... 

Ok, não é o fim do mundo. O blogger em questão não tem email. Tem ligação para a página de FB. Bem, para grandes males, grandes remédios... toca a mandar mensagem pelo FB. 

Dia seguinte: notificação de comentário publicado. Mais uma rajada de asneiras. O rapaz não deve ir ao FB, pensei logo eu. Só vi depois de ter sido publicado duas horas. Bem, vamos rezar para que ninguém tenha visto (e o Google +, que ninguém sabe para que serve, não o tenha espalhado). Comento a pedir a remoção. O rapaz remove. Eu respiro de alívio. 

Pronto, esta foi a minha novela da vida real dos últimos dias que me meteu o coração a palpitar. Uma saída do armário super-repentina e não planeada. Mas já voltei lá para dentro. Foi só para assustar :P

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Férias com o Namorado

Bem, daqui a umas semanas vou de férias Com o meu rapaz (e que complicado foi conseguir tirar estes dias)
 Não pretendo fazer inveja a ninguém, mas estou com um drama existencial. Nessas férias ele faz anos - vai passar a ser um trintão, para ser mais preciso - e queria fazer algo diferente com ele
Não sei bem o quê, até porque ele é avesso a surpresas...