segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Encontro de bloggers IV – a dormida e o regresso

Cheguei ao dormitório do hostel, e depois de já ter especulado durante a noite com não sei quem sobre se seriam giros os meus colegas de quarto, reparo que no meu beliche, na parte de cima, está uma pessoa deitada. Olho com atenção, e reparo que tinha o rabo de fora. Era cu de gaja. Pensei “Dass, esta não interessa…”. Bem, lá fui lavar os dentes e dormir.
                     
No dia a seguir de manhã, acordo e vou tomar um banho. Quando acabo de me secar, procuro o desodorizante. Onde é que está o desodorizante? Pois, ficou em casa. Eu bem sabia que me tinha esquecido de alguma coisa… mas pronto, acho que ninguém fugiu de mim naquela manhã. Volto ao dormitório, e percebo que dormi no mesmo espaço com três chinesas. Que desapontamento… falta de testosterona…

Depois de um pequeno-almoço rasca, tomei um café na Leitaria em frente, e fui até à Estação de S. Bento, passando via Torre dos Clérigos – vista por fora apenas. Quando peço o bilhete, diz-me o sr. da bilheteira que o comboio de S. Bento para Campanhã chegava à hora do Intercidades e não garantia ligação, pelo que não era seguro estar a tirar bilhete. E aconselhou-me a ir de metro para Campanhã, podia ser que tivesse mais sorte.


Qual metro, qual quê. Decidi logo ir mesmo de táxi. Sorte o homem fosse dar uma volta a Braga, e me atrasasse mais. Contudo, apesar de ter dito qualquer coisa do género “O caralho dos peões não têm cuidado nenhum!”, cheguei a Campanhã cinco euros depois, em menos de cinco minutos. Apanhei o comboio, e pronto, voltei ao meu humilde lar e a minha rotina que é tudo menos rotineira… :D

domingo, 27 de setembro de 2015

Encontro de Bloggers III - Jantar & Noite

Chego eu junto aos bloggers do jantar, e o Limite apresenta-me os demais: o Neko, o Mikel e o Francisco. 

Feitas as apresentações, e uma vez que o nosso anfitrião teve de ir resolver um assunto da sua vida, decidimos ir a uma esplanada, e a So Tu, que entretanto ligou a alguém, recomendou a Padaria Ribeiro, que seria naquela zona. 

Então o Francisco, que as vezes parece um campónio como eu, pergunta muito alto, para o ar "Mas onde é que é a Padaria Ribeiro?". Ia uma moçoila a passar que diz "É ali ao fundo!"

Lição de vida:No Porto, quando quiseres saber onde é alguma coisa, pergunta alto para o ar. Alguém te irá responder. 

Bem, entretanto chega a So Tu, e sentamo-nos na esplanada. Metade da malta consome alguma coisa (para não parecer mal). O Francisco adquiriu um brinde. 

Depois fomos jantar (não vou descrever o jantar - fossem! LOL) e no final fomos a um bar de gins. Bem, eu não provei nada, mas tenho a dizer que se fosse solteiro, não me importava de provar o empregado... LOL

Depois disto, e tendo levado o Mikel até ao Metro, fomos ao Café Lusitano, um bar friendly do Porto. 
Bem, eu não sou muito fã de saídas noturnas para bares e discotecas. E esta foi, com efeito, a minha primeira vez num bar gay. Devo dizer que saí de lá agradavelmente surpreendido. Não é sítio onde volte todos os dias, e muito menos sozinho. Mas gostei do ambiente (a música não era a melhor, mas pelo que percebi, são dias), e para além de umas beijocas e uns abraços, não há nada de mais. Sempre pensei (e podem vergastar-me e dizer que estou imbuído de preconceitos) que a malta se ia lá comer como se não existisse o dia de amanhã... Se bem que, segundo percebi, aquele bar é o Top da coisa. O bar que existe aqui na zona onde vivo é o degredo comparado com aquele (diz quem conhece os dois... lol)

Devo dizer que fui a este encontro, primeiramente, porque conhecia já o GbBb (anfitrião) e o Limite. A Blogosfera surgiu para mim como um "escape" para partilhar situações da minha vida com outras pessoas e dar a possibilidade que outras pessoas partilhem comigo. Especialmente da minha "faceta" gay, uma vez que essa não a partilho, por razões várias, com a minha família, no trabalho e com alguns amigos. Contudo, se me derem a hipótese de passar para a vida real o ecrã, melhor. E gostei bastante de conhecer aquelas pessoas ontem! 

Econtro de bloggers II - A viagem e a chegada ao alojamento

Fui até ao Porto de Comboio Intercidades. Quem costuma andar neste comboio sabe que os lugares são marcados. Pois bem, eu fui sentado ao pé de uma vetusta senhora, que mandava uns arrotos que cheiravam a contentor do lixo acabado de desinfetar... Como se isso não chegasse, decidiu meter conversa a meio caminho

Velha-que-manda-arrotos: Olhe, este comboio não para em Ovar?
Horatius: Não faço ideia. É a primeira vez que estou a andar aqui (por acaso é mentira, mas isso também não interessa nada). 
Velha-que-manda-arrotos: Ai, eu pensava que parava em Ovar... 

(não percebi bem toda esta conversa, mas pronto, isso também não interessa nada)

Chego à estação de Campanhã, e vejo o aviso luminoso a piscar que o comboio para S. Bento estava a arrancar. Quintus Tulius Horatius puxa pelas pernas, e manda uma corridinha até ao comboio. Apanhei-o no último segundo! 

Bem, chego a S. Bento, e uma vez que já tinha visto as direções para o hostel, meto pernas ao caminho. Mas uma ginásticazinha a fazer uma subida. Depois de um check-in em que a menina mastigava as palavras, liga-me o anfitrião do evento, o GbBb, a dizer que ia só dar uma voltinha, e que ia explicar à malta como vir ter comigo. Nisto chego à janela e verifico que do outro lado da praça há uma livraria. Onde ir enquanto espero? Pois...

O que vale é que eles não demoraram, e não deu tempo de gastar dinheiro... 

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Encontro de Bloggers I

- Horários de trabalho ajustados
- Alojamento reservado
- Bilhete de transporte comprado
- Mala feita (o essencial - a escova de dentes e umas cuecas lavadas está - mas tenho sempre a sensacao que me vai faltar algo!)
- Roupa escolhida e pendurada no cabide para não esquecer
- Colocar o telemóvel a carregar para estar com bateria suficiente para aguentar até ao meu regresso ( se não abusar na net)
- Não esquecer de colocar amanhã de manhã o meu livro de mesa de cabeceira
- Vontade de me ir divertir

Já que o namorado não vai, ver se não me esqueço de usar aquele perfume que ele não gosta e que eu gosto tanto!

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Vício

Sabemos que estamos completamente viciados num livro quando só apagamos a luz as duas da manhã porque estivemos a ler... 

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Jornalismo Rasca & Legislativas

Temos sido noticiados pelo Expresso alguns dos mais interessantes episódios de uma parcialidade desmesurada. E o pior nem vem dos cronistas (esses sim, devem ter opinião, as noticias devem relatar factos, e não emitir opiniões). Há uma outra grande forma, ainda que sem emitir opiniões, de enveredar por este jornalismo rasca: omitir notícias e elevar outras, com menos interesse. Ah, e pode também mentir-se. Já vou a cada uma do expresso:

- não posso deixar de começar por me referir à Festa do Avante, onde, ao que parece, dois indivíduos afirmam que estavam a dar um beijo e a direção da festa diz que eles estavam em pleno ato de sexo oral. Não sei como foi, porque estava na festa, mas não vi este episódio (nem dei por ele). Não que desculpe a violência barata (ou qualquer outro tipo de violência), mas não me parece que a segurança da festa se fosse meter com quem tivesse a dar umas beijocas. E, sinceramente, tenho mais motivos para acreditar na direção da festa do que no Expresso. Independentemente disso, o senhor da ILGA que disse que não ia votar no PCP e apelava a que nenhum homossexual o fizesse nas próximas eleições (ou coisa parecida que ele tenha dito), devia era fechar a matraca antes de proferir tal barbaridade. Não pode fazer toda a CDU pelo PCP e não pode fazer todo o PCP pela atitude dos seguranças da festa. Quando o PCP fez uma coisa desde sempre: tratou os homossexuais como qualquer outra pessoa, sem os elevar a pedestais de marginalizados nem se aproveitar dos mesmos para caçar votos. Basta que nos lembremos de Ary dos Santos, que além de ser homossexual, era também ligado ao PCP, ainda antes do 25 de abril, quando o regime e os homossexuais não se cosiam da melhor forma. Voltando à situação da festa, o O PCP fez o que tem de ser feito nestas ocasiões: entregou o caso às autoridades. A violência é crime, mas o atentado ao pudor também é. As autoridades que decidam que castigos devem ser aplicados a quem.

- O expresso noticiou que só havia campanha da CDU quando Jerónimo estava presente. Bem, eu ando nisto há uns anos (seis, se não estou em erro). De forma mais ou menos participativa, já participei em vários atos eleitorais. E posso dizer que só tive numa ação com o Jerónimo. O meu concelho não é visitado pelo Jerónimo há seis anos, ou talvez mais. E sempre houve campanha. E como acontece aqui, acontece em todo o lado. Lá por o Expresso só acompanhar o Jerónimo (quando acompanha), não quer dizer que não existam mais campanhas. Elas existem, e eles até recebem os comunicados de imprensa. Só que não querem estar presentes. Se querem servir os ideias da direita, tudo bem. Mas pelo menos não sejam mentirosos! (estão a ver porque é que eu digo que acredito mais na direção da festa do que no Expresso?)

- Ontem foi o arranque oficial da campanha eleitoral, e a CDU fez, como acontece de vez em quando, o arranque da mesma no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. À saída houve um cruzamento com uns sujeitos que vinham da manifestação contra o apoio aos refugiados (que parece que, sendo nacional, contou com umas 150 pessoas…), e parece que os ânimos contra algumas das pessoas que vinham do comício do coliseu se exaltaram, e houve quem tivesse levado uma valente carga de porrada (nomeadamente um velhote que vinha com uma bandeira da CDU). E a notícia do expresso dizia que… pois, não há notícia do Expresso.

domingo, 20 de setembro de 2015

69

Reparei hoje que o meu desafio de leitura de 2015 vai em 69%.
Como diria Mota Amaral, curioso o número....

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

sábado, 12 de setembro de 2015

Férias - o regresso

Tudo o que é bom acaba depressa, lá se costuma dizer. As minhas férias já acabaram, e podiam ter durado mais, que não me teria importado. Fui até ao Reino dos Algarves, passar uma semana de papo para o ar, e vim de lá um pouquinho mais escuro, e com a minha tshirt de bronze à trolha ligeiramente esbatida. Algumas considerações: 

- Ainda antes de rumar ao sul, houve um importante evento ali na margem sul, em que não deixei de marcar presença. Em modo AVANTE!, tento deixar um vídeo abaixo... Sem promessas de o conseguir carregar... 
video

- Nestas férias o meu namorado passou a ser um trintão. 
- Apanhei um escaldão na careca. 
- 1.10€ por um café normalíssimo é um perfeito roubo. (ainda assim, tomei um todas as manhãs...)
- Fazer-se a uma gorjeta quando se compra um protetor solar ao dobro do preço é uma atitude muito pouco ética. 
- Tirei a foto para o desafio do GbBb "Sunga 2015". 
- Apesar da placa indicar a zona de naturismo com uma seta, os naturistas estavam quase sempre antes dela...



PS1: Preciso de férias outra vez.
PS2: Tenho muita coisa em atraso para ver na blogosfera!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Férias

Estou quase a ir de férias, e há duas coisas muito importantes a ter em conta:

1. O tempo está uma valente bosta.
2. Tenho de começar a fazer as malas. E antes disso, tenho de lavar comboios de roupa...