quinta-feira, 23 de julho de 2015

Quando eu era um miúdo

Trago hoje as minhas respostas a este desafio que tem circulado pela internet. Depois de responder, noto que a minha avó ocupa um lugar muito grande na minha infância. 

1. Quando eu era um miúdo fui mandado para casa da minha avó, enquanto os meus pais trabalhavam.
2. Quando eu era um miúdo e andava na pré-primária dizia que tinha uma bata em vez de bibe.
3. Quando eu era um miúdo tinha um boneco e uma boneca para brincar em casa da minha avó. E era incentivado por ela a ser um bom pai para eles.
4. Quando eu era um miúdo a minha avó educou-me com um “não mexas aí, senão levas uma tareia”. E não fiquei traumatizado.
5. Quando eu era um miúdo o meu pai subiu as paredes do poço em casa da minha avó, porque eu adorava espreitar lá para baixo.
6. Quando eu era um miúdo o meu pai e o meu avô iam regar a horta, e punham-me na outra ponta dos canteiros, para eu ver quando a água chegava lá, e eles poderem cortar a água para outro canteiro.
7. Quando eu era um miúdo adorava comer gelados, mas a minha avó só mos deixava comer depois de estarem uma meia hora fora da arca congeladora, porque muito frios podiam fazer-me mal.
8. Quando eu era um miúdo bebia Nido. (desafio – quem sabe o que é Nido? – não vale googlar!)
9. Quando eu era um miúdo ansiava pelo último dia de aulas da primária, porque era o único em que havia sobremesas doces (sem ser gelatina).
10. Quando eu era um miúdo comíamos ovos mexidos com salsicha na cantina da escola.
11. Quando eu era um miúdo tinha muita dificuldade em olhar para quadro na escola, até que o médico de família descobriu que eu estava míope (e muito!!).
12. Quando eu era um miúdo não gostava de perú (e hoje gosto).
13. Quando eu era um miúdo gostava de melancia (e hoje não gosto).
14. Quando eu era um miúdo ia à praia num carro com excesso de lotação, em que o meu pai (motorista) nunca usava cinto de segurança.
15. Quando eu era um miúdo assisti ao casamento dos irmãos dos meus pais, e achei as minhas tias boazonas.
16. Quando eu era um miúdo adorei ter primos bebés.
17. Quando eu era um miúdo fui operado.
18. Quando eu era um miúdo andava à pendura na pasteleira do meu avô.
19. Quando eu era um miúdo andava à pendura na macal do pai.
20. Quando eu era um miúdo adorava ver o Dartacão e a Rua Sésamo.
21. Quando eu era um miúdo via o Kit, Marés Vivas e McGyver com os meus tios, apesar de não saber ler as legendas.
22. Quando eu era um miúdo gostava de ir à missa no domingo de ramos, porque levava um ramo na mão.
23. Quando eu era um miúdo a minha avó agarrava-me ao colo para ver os mortos nos funerais.
24. Quando eu era um miúdo ia muitas vezes com a minha avó visitar a minha outra avó, que já estava doente.
25. Quando eu era um miúdo e já tinha aprendido a ler, lia sempre as cartas da reforma à minha avó, para saber se lha tinham aumentado.
26. Quando eu era um miúdo a minha avó ensinou-me a matar frangos. (Um ensinamento útil, e que hoje ainda consigo por em prática)
27. Quando eu era um miúdo e a minha avó tinha uma consulta, e não podia ficar com ela, ia para as obras com o meu pai (apesar de não fazer nada). Mas chorava todo o dia.
28. Quando eu era um miúdo e ia com o meu avô para o mato, ele apanhava-me cogumelos.
29. Quando eu era um miúdo dava-me muito mal com a minha irmã. (hoje só nos damos mal)
30. Quando eu era um miúdo tive uma paixoneta por aquela que hoje é a minha melhor amiga. (apesar de ela não saber que eu sou gay)
31. Quando eu era um miúdo fui de gravata ao casamento dos meus tios.
32. Quando eu era um miúdo juntei-me com três vizinhas e um vizinho no barracão dos bois de uma delas para mostrarmos as pilinhas e os pipis uns aos outros.
33. Quando eu era um miúdo íamos para a Praia da Nazaré quinze dias e encontrávamos montes de gente conhecida.
34. Quando eu era um miúdo nunca me perdi na praia.
35. Quando eu era um miúdo uma senhora ofereceu-me um ferrero rocher, e eu guardei-o tão bem que o perdi.
36. Quando eu era um miúdo tive um relógio de pulso com um boneco que perdi.
37. Quando eu era um miúdo mudamos de casa.
38. Quando eu era um miúdo e a minha avó andava a caiar, as paredes do tanque eram só minhas.
39. Quando eu era um miúdo comia em casa do irmão do meu avô, que era um velho bêbado que andava sempre mal cheiroso e com uma garrafa de gatão atrás.
40. Quando eu era um miúdo tive uma cabana feita debaixo da laranjeira dos meus avós, feita de canas.
41. Quando eu era um miúdo enterrei um tesouro na horta da minha avó. E desenterrei-o na semana seguinte, para o voltar a enterrar, e desenterrar…
42. Quando eu era um miúdo a minha avó deu-me a notícia que a minha outra avó tinha morrido. E não chorei (nessa altura).
43. Quando eu era um miúdo não me deixaram ir ao funeral da minha avó (acho que estava a chover).
44. Quando eu era um miúdo fiz um carro com uma prima, em que o assento era uma sanita.
45. Quando eu era um miúdo fui contra um silvado de bicicleta (e só chorei quando a minha mãe me viu).
46. Quando eu era um miúdo pedi num natal um livro de pintar a toda a gente, e recebi muitos. (não há fome que não dê em fartura!)
47. Quando eu era um miúdo comia tudo com uma colher em casa da minha avó. Batatas fritas incluídas.
48. Quando eu era um miúdo recebi de um tio um comboio, que adorava.
49. Quando eu era um miúdo tive um shampoo que o frasco era o Poupas. Ainda hoje o tenho.

50. Quando eu era um miúdo não tive amigos, mas tive uma infância feliz. 

14 comentários:

  1. Tanta coisa que fiquei a saber de ti ;)

    ResponderEliminar
  2. Não tinhas amigos? Pelo menos uma amiga tinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É minha amiga hoje, Namorado. Não era na altura xD

      Eliminar
  3. 8. Leite com chocolate foi a minha resposta rápida. E o Bing diz que sim (disseste para não googlar).
    Também tive uma espécie de cabana feita com paredes de paletes e telhado de guarda-chuva abertos. E era tão feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neko, não é Leite com Chocolate.
      A minha eram canas encostadas umas às outras para fazer de parede. Era a céu aberto, e tenha como mobília uma caixa de cartão enorme, que era a mesa, e um bidon, que era a cama... LOL

      Eliminar
  4. Gostei da parte em que tu e os outros miúdos mostraram as pilinhas e os pipis ;)

    O Nido não era como o ucal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, Nido não é isso. Estou a ver que tenho de fazer um post... (se bem que ainda no outro dia vi no supermercado... LOL)
      JJ, eramos uns atrevidos xD

      Eliminar
  5. :-) Tu tinhas uma relação bem especial com a tua avó. ainda é viva? Eu cresci com a minha sempre bem perto de mim, e apesar de ~já não estar viva está sempre no meu coração, é o meu anjo de olho azul.

    E sim fui googlar, não conheço Nido mas Milo isso já conheço :-p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Milo e Nido são dois protudos diferentes da Nestlé, Limite. Irei fazer um post sobre isso.LOL
      Sim, esta minha avó ainda é viva. Está um bocado xéxé (aliás, sempre foi um bocado, mas agora com a idade está bem pior).

      Eliminar
  6. Em miúdo, não me deixavam ir a quaisquer funerais... Entendo os motivos invocados.

    Hei-de fazer este desafio, encontrando cinquenta factos dignos de "interesse"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mark, vasculha bem na memória. Eu fui até ao período dos 10 anos, com exceção do da miopia, que foi um pouco mais tarde...

      Eliminar