quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

O Rapaz do supermercado

Hoje fui em busca das compras para o meu Dia de Reis, e eis que chego à caixa e sou atendido pelo rapaz que apanho frequentemente, que me diz :

Não precisas de saco, pois não? Já vi aí o teu.
E contribuinte?

Ó amigo, tratar me por tu? Nós não andamos na costura... Lol
E um tratamento que acho muito estranho. Apesar de ser um bocado preconceito da minha parte eu sei...

Mas no final disse:

A sua conta são 16.35€.

Foi só um deslize que o Tiago teve. E um moço todo jeitoso :-P

17 comentários:

  1. Olá Tiago eheheheheheheheheheheheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que tu não gostarias Francisco... Lol
      Sensação.minha xD

      Eliminar
  2. Criam-se relações de amizade nos supermercados com os funcionários pá. Ainda mais se o rapazinho te agrada... num habia nexexidade.

    ResponderEliminar
  3. Se for um moço giro, geralmente deixo passar.... :p

    ResponderEliminar
  4. Também acho estranho, mas penso sempre "É preconceito?" Acho que vou continuar sempre na duvida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dúvida é um sinal de inteligência, anfitrião!

      Eliminar
  5. Há sítios que me tratam por tu, e não me ralo, sinto-me mais jovem como se fosse para os 29 anos lol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque tu tens bem mais que 29, não é Limite? :-P
      Não te esqueças de terça feira :-D

      Eliminar
  6. concordo com o Limite, existem pessoas que até nos podem tratar por tu por causa de lhes fazermos lembrar alguém ou porque querem criar uma relação de proximidade - algo importante na relação comerciante/cliente. ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mikel, numa grande superfície comercial Não há essa relação. Ou não haverá com grande profundidade...

      Eliminar
  7. Para quem é do proletariado... lol és muito preconceituoso.... lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou proteletario, namorado. Já trabalhei numa fábrica, mas não foi como operário :-P
      É uma falta de hábito muito grande, eu sei...

      Eliminar