sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Natal


Com o Natal sou tal qual uma criança. Vibro com as decorações, a árvore de Natal, adoro fazer o presépio. Como sou do campo, durante muitos anos, a árvore de natal era um pinheiro a sério, que quando se desfazia no dia de reis já estava seco em algumas partes, e depois era aproveitado para lenha. Com o advento da modernidade (adoro esta expressão xD), deixamos de ter um pinheiro destes lá em casa, para passamos à tradicional árvore de plástico, que é mais "amiga" do ambiente, mas que perde metade da piada. Ainda assim, é sempre preciso ir para o mato apanhar musgo! Que não nos tirem isto! 

Para além disto, o Natal é para mim também a família. A véspera de Natal é o dia em que vou religiosamente visitar os meus tios todos. E como todos estão a fazer fritos, nesse dia fico empanturrado! Depois há o jantar, onde não comemos nem bacalhau nem couves (comidas de pobre, isso já comemos o ano todo, Natal é para comer coisas boas!), com um tronco de natal cheio de chocolate para sobremesa. 

A parte dos presentes... bem, já não sou uma criança. Já não recebo os que recebia, e muitos deles converteram-se em dinheiro (nomeadamente o dos  pais). Para ofertas, não sou de fazer fretes. Dou presentes a quem gosto, e não vai muito além da minha família direta (pais, irmã e cunhado e sobrinhos). Contudo, se há coisa que odeio, são as confusões de última hora. Em novembro comprei metade do que queria. No início deste mês, depois de receber, comprei o que faltava. Estamos a duas semanas do Natal e já tenho tudo. Só falta fazer os embrulhos... LOL

Quanto ao namorado... Bem, o nosso Natal a dois é sempre antes efetivamente do Dia de Natal. Eu estou com a minha família, ele com a dele. Assim, uns dias antes (que este ano vai ser amanhã, curiosamente), fazemos uma consoada a dois. A carne já está a descongelar para o jantar e os presentes dele preparados. Será um jantar a dois (como há tantos outros), mas este com uma troca de presentes no final. E curiosamente, tenho um verdadeiro gosto em oferecer-lhe (e às vezes ofereço fora destas épocas festivas). E não me consigo cingir a uma coisa só. Este ano ele terá, da minha parte, três presentes. Estou em pulgas para o ver rasgar os papéis amanhã :D  

25 comentários:

  1. Desde a morte da minha mãe, que ligo pouco ou nada ao Natal. Os meus sobrinhos é que me desencaminham e lá com grande esforço, eu vou de arrasto.. Eles merecem :D

    Feliz Natal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Franciso, tenho um amigo a quem a mãe morreu recentemente e que equacionaram (ele e os irmãos) não celebrar o Natal (o pai não estava em Portugal e ainda nenhum tem filhos). Optaram por o celebrar, porque não se podiam deixar invadir pela tristeza da partida da mãe,e celebrar o bom que era estarem todos juntos...

      Eliminar
  2. Se comprares no El Corte Inglés, eles fazem-te os embrulhos, e bem bonitos, gratuitamente. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mark, aqui no Campo não há El Corte inglés. E se há coisa que abomino é estar em filas de embrulhos, por isso, opto sempre por embulhar em casa. Além de que depois tenho tudo embrulhado com o mesmo papel, o tira a cor toda à coisa... LOL

      Eliminar
  3. Não vou repetir-me, mas o Natal de ano para ano está a perder a graça :-(
    Nem sei se irei fazer um post de Natal, mas já estive a pensar fazer um de Adeus 2015 e só voltar em 2016 :-p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Limite, tu precisas é de uns fritos e de um tronco de Natal! :P

      Eliminar
  4. Feliz natal Horatius! E uma boa barlaitada natalícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Ricardo! Para ti tb!
      E quem te disse a ti que foi só uma barlaitada? xD

      Eliminar
    2. Opa, eu não sei o que houve. Mas não disse que seria só isso. Mas que deve ter existido... Hmmm, existiu :p

      Eliminar
  5. Eu acho que estás em pulgas é pelo "agradecimento"... LOLOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradecimento Namorado? Não percebi?

      Eliminar
    2. Ai, Horatius, a queca, Horatius, a queca! LOOOL

      Eliminar
    3. LLLLLLLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLL

      Eliminar
    4. Ai Mark! Tu a dizeres uma coisa destas??????? LOOOL
      Sou muito homem numa coisa: não sou grande coisa a perceber indiretas. Têm de ser explícitos. Tipo, o ricardo falou disso explícitamente. Namorado, deverias ter feito o mesmo. Até parece que eu sou um púdico ou me ofendo... xD

      Eliminar
    5. Opa, eu nunca dei para pandeleirices. Como se costuma dizer na minha terra...

      Eliminar
    6. Eu vi Logo que tu não eras pandeleiro, Ricardo... Já o Namorado, é só pandeleirices por todo o lado xD

      Eliminar
  6. a árvore de plástico não é amiga do ambiente, Horatius, quem te disse isso?
    Mais amigas do ambiente são as verdadeiras, produzidas de forma sustentável. Podem ser resultado de limpeza de matas ou simplesmente criadas em estufas para o efeito.
    (acho eu)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GbBb, se repares bem, coloquei "amiga" entre aspas, porque aquilo é feito de uma forma que não é lá muito ambientavelmente recomendável...
      O problema do desbaste é que nunca encontras uma árvore decente... São sempre mt feiazinhas...

      Eliminar
  7. E juntarem-se com as familias? Não sabem de vocês é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, Anfitrião... A mãe dele sabe. O pai dele e os meus nem por isso... LOL

      Eliminar
  8. Respostas
    1. GbBb, gostou!
      Felizmente consigo acertar nos gostos do meu namorado!

      Eliminar