domingo, 8 de junho de 2014

Excertos de livros


"- Ele diz que o teu corpo é estranho e quer ver-te nu, senhor - informou o interprete. 
(...)
O alemão despiu-se, então, no centro da clareira e o chefe, vindo a medo até junto dele, tocou-lhe os braços e as pernas e exprimiu a sua surpresa em frases que o interprete traduziu:
- Tu és verdadeiramente um homem, mas muito feio... E tão branco como o demónio."

Uma Fazenda em África, de João Pedro Marques

(Nota: isto é um romance histórico, passado no séc. XIX, no meio da África, naquelas aldeias indígenas, onde raramente aparecia um branco)

A imagem é bastante sugestiva, não? xD

11 comentários:

  1. Algures na Namíbia, sabe-se lá, que foi uma colónia alemã até à I Guerra Mundial. LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que não Mark. Este seria um Alemão naturalizado em Angola, pelo que isto será na zona do mapa cor-de-rosa, penso eu. E é um romance, não nos devemos esquecer. Não sei qual o seu preciosismo histórico-geográfico.

      Eliminar
  2. só acho que a imagem devia estar de frente e focada LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kyle, não achas que andas atrevido de mais? LOL
      além disso quando falava de imagem, era em sentido figurado, no sentido de imaginar-mos aquilo que o livro descreve. Não a imagem que está a ilustrar o post...

      Eliminar
  3. Confesso que prestei mais atenção à imagem LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raios partam! Devia ter posto outra. Já ninguém gosta de ler!

      Eliminar
    2. LOLOL Agora a culpa é minha, queres ver? LOL

      Eliminar
    3. Estás a ser mau comigo namorado! LOL

      Eliminar
  4. Quando os Portugueses chegaram à Papua-Nova Guiné, disseram "Chegámos finalmente à terra do diabo". Sim, os indígenas não deviam ser muito bonitos. O que terão pensado os autóctones? "Olha que deuses tão lindos..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia conto te uma história sobre mim e os pretos da Guiné, Coelho.. .

      Eliminar