quarta-feira, 4 de junho de 2014

Mini momento poético

AS CIDADES

Estavam no poente luzidias,
Acesas e magnéticas chamando
Sob o infinito céu das tardes frias. 
(Dia do Mar, de Sophia M. B. Andersen)


Hoje deu-me para aqui. Para todos os amigos blogosféricos que vivem em cidades. E para os que vivem noutros lugares também :D

12 comentários:

  1. Quem te lê até acredita que moras numa aldeia perdida em Trás-os-Montes. Estás no Ribatejo (que, aliás, administrativamente já nem existe), big deal! LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mark, não é perdida, mas pouco falta. Aqui não se usa o termo "aldeia". Usa-se "terra" ou "lugar". Mesmo as vilas têm essa designação. Apenas as cidades são cidades... LOL

      O Ribatejo é uma construção do Estado Novo, num projeto que dividiu o país em províncias ou regiões, que nunca foi para a frente, apesar de no meu tempo ainda se aprender isso na primária. Não há uma coesão territorial no que se designa por Ribatejo, como há, por exemplo, no Algarve. A Norte do Tejo temos o Bairro, região mais serrana, onde predomina o minifúndio. Junto ao Tejo temos as lezírias, onde predomina aquilo porque o Ribatejo é conhecido: latifúndios, touros, cavalos e campinos. Depois, a sul do Tejo, há a Charneca. Região já com algumas características Alentejanas, onde predomina a floresta (sobro, pinho e infelizmente muito eucalipto) e a cultura do arroz.

      Eliminar
    2. Tal como a Estremadura, e outras províncias, existiu administrativamente e resiste na linguagem popular. Foi tudo abolido com a Constituição de 1976.

      Eliminar
    3. -Chegou a existir, na prática? Tinha a ideia que não :P

      Eliminar
    4. Administrativamente. "No papel", se preferires. Na prática, não.

      Eliminar
  2. Eu vivo numa terra que tem mais movimento que o Seixal :p
    depois entro em Lisboa todos os dias e logo saio para um parque empresarial muito na moda, enfim, de um serviço que esteve no centro da capital, passo para nenhures. ainda por cima, nem é no centro da zona. não há nenhuma consideração pelas pessoas.
    só a tua foto e poema é que me animam :) obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, às vezes tenho uns rasgos assim, interessantes. Mas é raro... LOL
      Ainda bem que animei o teu dia :)

      Eliminar
  3. Gosto de tudo. do Poema e especialmente da fotografia :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto muito da poesia dela. Ando agora a papar os seus livros :D
      A foto é aleatória, tirada da net :D

      Eliminar